Em busca do upgrade interior…

20/02/2008

Eu não queria falar nada não, mas aí vai… ”tô numa pressão da porra”. Literalmente. Estou cheia de metas, objetivos, tarefas, profissionais, pessoais, desafios interiores, alguns objetivos inatingíveis, outros nem tanto. Estudar mais, aumentar minha capacidade de concentração, gastar menos, emagrecer, comer melhor, praticar esportes… e por aí vai. É impossível conseguir fazer tudo, mas aos poucos sinto que cumpri algumas metas.

Mas, existe um detalhe: faz tempo que não sinto aquela sensação de vitória, de sentir orgulho do meu esforço para conseguir alguma coisa. Faz tempo, embora sinais de amadurecimento pessoal e profissional sempre me surpreendam (tipo… ”oh… dessa vez eu não passo mais por isso!”). Entretanto, essa sensação de mudança lenta (lenta demais para o meu gosto, diga-se de passagem) me aproxima muito da mediocridade. Não existem grandes vitórias pessoais para comemorar… Assim, para atingir meus atuais objetivos senti que preciso agir como um ex-viciado vivendo um dia de cada vez… e isso vale para ”parar de beber” ou ”beber menos”,  estudar mais, emagrecer, parar de gastar desnecessariamente.

Passar por esta situação de ”mudar de hábitos” é um processo muito lento e delicado. Cada dia é uma pequena vitória a ser comemorada. E conforme organizo o meu dia a dia tento me dedicar a itens que possam aprimorar meu crescimento profissional. O crescimento interior até que vai bem… só desanimo um pouco às vezes pois nunca fui um exemplo de disciplina e força de vontade.

Mudar dói… fere e machuca e, acima de tudo é um processo totalmente individualista no meu caso… até porque não vai adiantar obrigar as pessoas que vivem comigo a fazer dieta, a estudar, etc, etc, etc…

One Response to “Em busca do upgrade interior…”

  1. Chris Says:

    Pq passamos por essas fases, hein renata. Que saco, né? Faz parte da vida. às vezes tenho vontade de cumprir todas as metas faraônicas de uma só vez, mas para isso teria que ser a Mulher Maravilha! Hehehe. Várias metas estão sendo cumpridas, mas como vc disse ás vezes em ritmo lento demaisss. Bjos!
    Adorei sua entrevista no Não Um Não dois – virei fã. Beijoooo.
    Chris.
    http://espartilho.wordpress.com


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: